Notícias

Lasmar explica discussão de prevenções que podem ser tomadas na volta do futebol

Por Redação, 15/04/2020 às 21:13
atualizado em: 15/04/2020 às 21:27

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Lucas Figueiredo/CBF
Lucas Figueiredo/CBF

O diretor do departamento médico do Atlético e médico da Seleção Brasileira, Rodrigo Lasmar, integra a comissão formada pela CBF para discutir precauções que devem ser tomadas antes do retorno das atividades no futebol, que estão paradas devido à pandemia de covid-19. Em entrevista à Itatiaia nesta quarta-feira, o profissional afirmou que os jogos só voltarão a ser disputados após a liberação pelos órgãos de saúde.

Segundo Lasmar, o objetivo do grupo é traçar orientações para os clubes para quando os jogadores retornarem aos treinos, período que antecederá a retomada dos campeonatos. Os atletas estão de férias antecipadas, passarão o período sem trabalhos físicos intensos e precisarão de tempo para voltar à forma ideal, como na pré-temporada.

Ele disse que uma das ações deverá ser a realização de testes para saber se algum funcionário do clube ou parente de convivência próxima está contaminado pelo novo coronavírus. Outra proposta analisada é o monitoramento diário de atletas antes de eles iniciarem os treinos, para observar se há algum sintoma de infecção.

“Começaríamos treinando com grupos pequenos, de cinco ou seis atletas, com uma ou duas pessoas da comissão técnica naquele grupo e vamos fracionar em campos diferentes e em horários diferentes para que não haja contato. Depois começamos a aumentar os grupos para, em seguida, termos treinamento com bola, com o grupo todo, em uma última etapa de preparação”, relatou.

Também é estudado pedir aos jogadores que façam a refeição em casa e cheguem ao trabalho já uniformizado, para evitar aglomeração no vestiário e no refeitório e, ainda, diminuir o número de funcionários necessários nos centros de treinamentos – como, nesses casos, os roupeiros, cozinheiros e copeiros. 

Conforme Lasmar, também fazem parte da comissão que analisa essas ações profissionais do Flamengo, da Ponte Preta e do Avaí, além do vice-presidente médico da CBF, Jorge Pagura.

Atlético

Em relação às diretrizes passadas ao elenco do Atlético neste período de isolamento social, Lasmar observou que o ideal é que os atletas tenham uma rotina. “Procuramos orientá-los sobre a melhor situação para manter o mínimo trabalho físico dentro das suas casas, para que procurem se alimentar melhor, para que tenham horários para acordar, se alimentar, dormir.”

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    "A família me procurou no início do mês, estava preocupada por ele estar sem advogado", explicou o advogado #itatiaia

    Acessar Link