Notícias

Alemanha declara como urgente situação na Amazônia e quer discutir tema no G-7

Por Agência Estado, 23/08/2019 às 12:35
atualizado em: 23/08/2019 às 12:56

Texto:

Foto: Daniel Beltrá / Greenpeace
Daniel Beltrá / Greenpeace

Os incêndios que assolam a Amazônia constituem uma "situação urgente" que deve ser discutida durante a cúpula do G-7 neste fim de semana, declarou nesta sexta-feira, o porta-voz da primeira-ministra Angela Merkel, Steffen Seibert.

A chanceler alemã apoia o presidente francês, Emmanuel Macron, que anteriormente solicitou que a questão fosse discutida no G-7 - o grupo das nações mais ricas formado por Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido.

A chanceler está convencida de que a questão "deve constar na agenda dos países do G-7 quando se reunirem neste fim de semana" em Biarritz, declarou Seibert, em Berlim.

Neste mês, a Alemanha e a Noruega, únicos doares de recursos ao Fundo Amazônia, bloquearam verbas destinadas a ações de combate a incêndios na região amazônica. Os países europeus consideram que o Brasil não está cumprindo acordo contra o desmatamento. A Alemanha cortou financiamento de R$ 155 milhões; enquanto a Noruega, de R$ 133 milhões.

A Organização das Nações Unidas (ONU) também se manifestou.

"No meio da crise climática global, não podemos permitir mais danos a uma fonte importante de oxigênio e biodiversidade", disse o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres.

A presidente da Assembleia-Geral, María Fernanda Espinosa, cobrou "ação urgente", e a Organização Meteorológica Mundial (OMM) defendeu o uso de satélites para monitorar a situação.  

Nas redes sociais, Bolsonaro rebateu Macron e destacou que "o governo brasileiro segue aberto ao diálogo, com base em dados objetivos e no respeito mútuo". 

"A sugestão do presidente francês, de que assuntos amazônicos sejam discutidos no G-7 sem a participação dos países da região, evoca mentalidade colonialista descabida no século 21."

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Bolsonaro provoca presidente da OAB: 'Posso contar como o pai dele desapareceu' https://t.co/VL1QAuI1sI https://t.co/uO2itrIBJh

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link